Bom Dia, hoje 27/01/2020 - 7:20:50
 

Fortalecer o comércio é gerar renda e emprego, diz Oriani

25/11/2019   22:07

 

Hoje, o líder empresarial Vanderlei Oriani, presidente da Associação Comercial de Rondônia-ACR, participou, na Câmara de Vereadores, de audiência pública para tratar sobre a Expansão da Zona Portuária do Belmont, e ainda, das melhorias da mobilidade urbana, manutenção e expansão de empresas contribuintes instaladas ao município. Na ocasião defendeu que os vereadores aprovem, de forma urgente, o projeto elaborado pela empres FC Carvalho Engenharia e Consultoria que, além de buscar a resolução de um problema de 30 anos da Zona Portuária do Belmont, definirá a expansão da zona portuária. Para Oriani se trata de “Uma questão urgente na medida em que as 26 empresas instaladas ali geram mais de um bilhão de impostos por ano e prover o local de condições legais e infraestruturura adequada é fundamental para o futuro de Porto Velho e para o aumento de renda e geração de empregos”.

 

 

Inversão da Avenida 7 de Setembro

 

Defendendo a necessidade de melhorar a gestão pública, em especial no setor de meio ambiente, que tem travado o nosso desenvolvimento, Vanderlei Oriani, apontou a necessidade de se fortalecer o nosso comércio, que, juntamente com o setor de serviços, é o maior gerador de empregos de nossa cidade. “É preciso uma maior compreensão de nossas lideranças da necessidade de melhorarmos o ambiente de negócios de nossa capital. Estamos perdendo renda e emprego por demora em iniciativas essências”. Indagado sobre quais delas apontou o exemplo dos centros comerciais que precisam de maior atenção, de melhorias na sua infraestrutura. “Por exemplo, o nosso centro da cidade precisa ser revitalizado. É o centro mais antigo do comércio e se encontra perdendo forças. Por tal razão sou a favor da inversão da 7 de Setembro. Penso que o tráfego descendo pela Avenida 7 de Setembro aumenta o interesse do consumidor, já que está indo e não voltando, principalmente, se houver uma ação no sentido de criar zonas de estacionamento na área central”. Para ele, o comércio e os serviços são a sustentação da economia de Porto Velho, daí, a necessidade de maiores investimentos nos corredores comerciais da Zona Leste, Sul e Norte, além da Amazonas e Nações Unidas, que possuem um grande potencial para o comércio. “Devemos investir na infraestrutura dos centros comerciais, no seu embelezamento e facilitar a vida dos empreendedores para que tenhamos condições de crescer mais rapidamente. Hoje, há uma grande necessidade de criarmos mais empresas e gerar mais empregos em Porto Velho. Esta deve ser uma prioridade do Governo do Estado e da Prefeitura”, concluiu.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria 

 


 
Publicidade